Página Inicial |E-mail |Feed |Twitter |Facebook |Google+

sábado, 13 de junho de 2009

Vídeos não autorizados na internet

clique para ampliarclique para ampliar
Todos sabemos da necessidade masculina de vangloriar-se de suas peripécias sexuais. Atitude compreensível em adolescentes, mas que tem se tornado muito comum entre rapazes bem mais velhos.
Se ambos curtem a exposição, ótimo, todos ficam felizes. Mas tem sido cada vez mais frequente a vitimação de mulheres que acabam tendo sua intimidade lançada aos olhos de qualquer um na internet à sua revelia.
E, não custa lembrar, divulgar imagens íntimas de outrem sem consentimento é crime contra a honra.
Karina Hollo e Isabel Malzoni escreveram uma matéria ótima sobre o assunto, entrevistaram um adepto da prática, conversaram com uma psicóloga, com um advogado e um delegado (que contaram quais as providências a vítima deve tomar). Além disso, para que você não caia nessa armadilha, dão dicas que reproduzo abaixo. Se quiser ler a matéria inteira, é só clicar nas imagens.

beijo rouge

Longe dos flashes humilhantes
Como escapar desses desclassificados capazes de seduzir com promessas de amor e depois exibir suas curvas em uma sessão de cinema X-rated? Aqui vão algumas sugestões:
  • Escolher um território neutro - você conheceu o cara, a química foi instantânea e querem terminar o primeiro encontro entre lençois. Melhor do que ir apagar esse fogo no território dele é procurar um ambiente neutro, como o motel.
  • Manter os pés no chão - acha que o tal é bacana, mas ainda não tem certeza? Nada de exagerar na bebida ou dormir nos braços dele. Assim , não corre o risco de ser fotografada nua na cama com a câmera do celular.
  • Apagar a luz - parece bobagem, mas o escuro ajuda a impedir que as câmeras comuns sejam usadas. Além disso, estranhe se ele insistir para que os amassos quentes ou a transa rolem em algum ponto específico do quarto. Por acaso tem algum computador ou armário entreaberto? Lá pode estar a câmera que vai fazer você se arrepender de ter dado bola a esse sujeito.
  • Namorar, namorar - "Hoje, ninguém quer perder tempo, tudo é urgente. Isso tem consequências", alerta a psicoterapeuta Rosa Avello. "É importante conhecer o caráter do rapaz pra descobrir que tipo de relação ele tem em mente", diz. "Não dá para acertar o alvo com os olhos fechados."


Nova, abril / 2009, p. 138 a 141.

10 comentários:

Anônimo disse...

Olá, gostei de me ter visitado no Blog www.angodebates.blogspot.com e venho retriuir o gesto. Sucessos!
Gociante Patissa

Olavo disse...

Otimo post..
È bom sempre alertar a todos sobre qq perigo.
Beijos

Hosana Lemos disse...

as vezes imagino como se sentem essas garotas que são filmadas, o constrangimento. Sua intimidade sendo mostrada assim, a quem quiser ver...
Muito bom o tema do post! bjããoo!!
=**

Aquela garota branca disse...

Muito interessante o post! Como moro em cidade pequena a frequencia com que ocorre e como se espalha é algo assustador! Pior que isso são as idades dessas, como disse a Hosana, garotas. Falta de experiência e maturidade que trazem grandes danos tanto para ela quanto para todo a família, assunto que precisa ser levado muito a sério.
Obrigada pela contribuição no Blog!
;*
Luisa Cutrim

Bee* disse...

Vim agradecer a visita ao meu blog. Seja sempre bem-vinda! Volto mais tarde para ler seu blog tb. Abraço.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Loira e Morena disse...

To passando para agradecer a visita a nossa casa e convidar para participar mais vezes.

Beijaooo da Morena!

Cláudia Pit disse...

Oi Dani, gostei daqui e da sua visita, vou voltar e já estou te linkando pode ser?

Até mais
Cláudia Pit

Dani disse...

Gostaria de justificar o fato de ter apagado um comentário infeliz feito aqui.
Não pense que não aceito críticas. Pelo contrário. Acho que elas contribuem para o aprimoramento. Só que não irei tolerar comentários infundados ou ofensivos, principalmente quando vêm de pessoas que sequer têm coragem de identificar-se.
Todos têm o direito de gostar e de NÃO gostar do que posto aqui, mas dizer que neste blog só tem porcaria, principalmente num post que aborda uma questão tão importante, visando esclarecer e prevenir que mais mulheres sejam vítimas de criminosos, que as expõem da maneira mais vil e covarde possível.
Aproveito para esclarecer que não tenho nada contra pornografia, pelo contrário, desde que, obviamente, não fira a legalidade e o respeito às pessoas. Mas, não é o objetivo deste espaço promover a pornografia. Longe disso. Aqui pretendemos contribuir com uma vida sexual sadia, divulgando matérias sobre sexo, sexualidade, comportamento sexual e relacionamento.
Muitas delas são fruto de pesquisas científicas sérias, entrevistas com profissionais respeitados no meio acadêmico e, porque não, algumas bobagens também. Afinal rir faz tão bem quanto o sexo.
Não sou nenhuma especialista no assunto, por isso busco conteúdo em diversos lugares como revistas femininas, revistas masculinas, jornais, livros e internet. Cito sempre suas fontes, não apenas por uma questão ética e moral, mas para que o leitor possa, por ele mesmo, avaliar a credibilidade do conteúdo.
Assim, oportunamente, agradeço imensamente todas as contribuições (valiosas) e digo que TODOS serão sempre bem vindos, desde que não tenham como único objetivo ofender.

Beijo rouge

Dani

mulherpolvo disse...

Achei o máximo vc postar algo de tanta importãncia. Infelizmente, não podemos mais sair nos apaixonando instantaneamente, confiando nos outros. Realmente quem, publicou aqui um comentário ofensivo deve ser louco, psicopata ou débil-mental.
Amei seu blog. vou te linkar.

Postar um comentário

Obrigada pela visita!