Página Inicial |E-mail |Feed |Twitter |Facebook |Google+

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Sobre nossos brinquedinhos




Inegavelmente, cada vez mais nos interessamos por produtos que prometem dar uma turbinada no sexo, desde géis e cremes até os brinquedinhos mais arrojados. Todavia, não sei por que razão, geralmente tais produtos não trazem em suas embalagens informações claras acerca das instruções de uso e dos seus componentes.

Um dos problemas identificados na fabricação de grande parte dos vibradores, plugs ou "consolos" está no material de que é feito. Muitas vezes apresentam porosidade excessiva,  dificultando a higienização e facilitando o cultivo de bactérias causadoras de várias infecções. Por essa razão, é recomendada a utilização de preservativos, mesmo no caso de usuário único, evitando, assim, o contato direto com a mucosa.

Outro fator importante a ser relevado é que alguns materiais contêm substâncias tóxicas ao corpo humano e, como não existe regulamentação legal, esses produtos são comercializados sem restrições.

Um dos principais compostos químicos potencialmente tóxicos utilizados na fabricação de muitos de nossos "companheiros" é o ftalato (classe de substâncias químicas utilizada como aditivo, na forma de plastificantes ou como agentes amaciadores de produtos de vinil ou PVC).

Esses ésteres já foram proibidos na composição de brinquedos infantis em diversos países da Europa. Contudo, mesmo nesses países, continuam sendo empregados na fabricação de utensílios eróticos.

Não precisa se assustar. É ótimo ter um "amigo" sempre disposto a lhe dar prazer ou a incrementar o que já é bom com seu gato. Só preste atenção no material que ele é feito e não esqueça a camisinha. Aqui vão umas dicas:


  • Borracha – de baixo custo, embora sua durabilidade seja menor. Apresenta como desvantagem, além da porosidade, a alergia ao látex (presente na borracha) que algumas pessoas desenvolvem.
  • Jelly - é um dos mais baratos – e menos recomendados - materiais utilizados na confecção de produtos eróticos. De qualidade inferior e baixa durabilidade, também é bastante porosos O problema mais sério desse material é que ele contém a tal substância tóxica que disse lá em cima (ftalatos). Por esse motivo, algumas lojas estão deixando de comercializar produtos feitos em jelly.
  • PVC (cloreto de polivinila) - são feitos de um plástico tratado com ftalato para torná-lo  mais macio e flexível. É um material poroso que não pode ser esterilizado.
  • Silicone - é tido como um dos materiais mais indicados para o uso em produtos eróticos. É muito durável, tem boa flexibilidade, textura apropriada e, o mais importante, é atóxico e não poroso, sendo de fácil higienização. Além disso, o silicone tende a absorver rapidamente o calor do corpo e também retém bem esse calor, o que é uma vantagem quando o objetivo é imitar o corpo humano. Devido ao custo do silicone, os produtos fabricados com esse material são geralmente mais caros do que os de látex, PVC ou jelly. Entretanto, é um material de alta qualidade e que dura por muito tempo. Alguns fabricantes utilizam o silicone médico como forma de conferir ainda maior segurança aos seus produtos.
  • Acrílico, vidro e metal - são materiais que apresentam uma textura diferente e menos próxima da pele humana, pois são duros e inflexíveis. Geralmente são atóxicos e não porosos e de fácil higienização.

Depois da diversão, basta lavar seu brinquedinho com água e sabonete líquido bactericida e guardá-lo em local fresco longe do calor, de preferência dentro de um saquinho de pano para evitar arranhões e poeira. Não  sem antes remover as baterias ou pilhas, caso haja.

Aqui vão algumas sugestões seguras:

 






Beijo rouge

Dani


15 comentários:

carol sakurá disse...

Nunca comprei um 'amiguinho'.
Quem sabe depois dessa aula?

Beijos!

Carol Sakurá

J.R disse...

Me sinto tão incapaz.

eu aqui sozinho...uma carência danada!!

E vcs falando em "amigos"


bahhh!!


hahahaha!!

bjãoo!!

Luna Sanchez disse...

Dani, conheço um em forma de batom que...bom, deixa pra lá. ;)

Beijo,

ℓυηα

Marcus disse...

Concordo com o J.R! kkkk
mas numca tinha pensado nisso, se bem que numca vou usar! kkkk

Dani disse...

Meninos, não se sintam menosprezados... O amiguinho não substitui vocês de modo algum. Ele só torna a coisa mais divertida para os dois.

Carol, pode ser um bom investimento, viu?

Luna, esses com formatos diferentes são ótimos porque são discretos.

beijo rouge

Dani

Aline Capistrano disse...

Nossa que delicia esses acessórios, praticos e discretos.

Beijossss

Dil Santos disse...

Oi Dani, tudo bem?
Gente, quanto brinquedinho, rsrs
Realmente, a compaixão as vezes ñ é vista com bons olhos, mas eu tenho consciência de que minha parte estou fazendo e sei que de um certo modo ela fará diferença.

Bjo
:)

Marcele disse...

Maninha, vc ja sabe que sou a maior fã dos "amiguinhos".
MENINAS - depois que descobri o estimulador clitoriano passou a ser meu presente favorito pras amigas! Ja falei, to dando de presente até de 15 anos, rs!!!!

Madá disse...

Hummm. muito bom este post, Dani.
Realmente, até nos acessários é importante usar o preservativo, ninguém quer ganhar uma micose ou coisa do gênero, né... acho bacanas essas idéias pela criatividade que provocam, seja para brincar sozinho ou não.
Concordo com a Marcele, sabe que é um presentinho inusitado? adorei!
beijos!

Menina disse...

Olha um brinquedinho jamais vai substituir o contato fisico, a pele, o homem em si e bom demais... o homem que tem a sua companheira que gosta de brinquedinhos deveria ficar feliz, pq é uma mulher melhor resolvida sexualmente, gosta de sexo, sabe dar e receber prazer, além de que percebo que depois que comecei a me masturbar o sexo com o parceiro ficou muito melhor... muito interessante as informaçoes e dificil encontrar esse tipo de materia'e é muito útil... Beijos a todos

Menina disse...

Marcele estou procurando um estimulador clitoriano a tempos, manda a marca e o modelo... Beijos

Dani disse...

Oi, menina!
os estimuladores realmente são ótimos. Sabe que os homens também gostam? É que eles adoram um controle remoto. Se divertem controlando a velocidade do brinquedo.
Também é interessante usar neles no sexo oral (durante o ato é só posicionar o vibro na base do pênis).
Eu ainda não encontrei estimuladores nacionais, somente importados. Também são conhecidos como Bullet ou cápsulas.

O que a minha irmã (a Marcele) tem é o mesmo que o meu. Você pode encontrá-lo neste endereço http://www.erosmania.com.br/pontorouge/. É só pesquisar o código "021505". Custa R$35,40.
Se você pesquisar "bullet" vai encontrar outras opções.

Tenho certeza que você não vai se arrepender.

Beijo rouge

Dani

LEO disse...

Nossa a mulherada e adpta do playsexicenter. Se for pra complementar tudo bem, mas adiaria ser substituído por um membro de borracha, que, provavelmente e bem maior q o meu!
BJSS
LEO
Dani em dezembro vou postar uma materia sobre um cara que faz manutenção nesses brinquedinhos!

Daniel Savio disse...

Eu não sabia que era preciso tomar cuidado com os brinquedos com os adultos...

Interessante...

Fique com Deus, menina Danni.
Um abraço.

Marcelo disse...

olá !

sou dono do domínio www.brinquedinhos.com .

Caso tenham interesse em utilizá-lo, favor entrar em contato pelo contato@mrpublicidade.com .

Obrigado.

Marcelo

Postar um comentário

Obrigada pela visita!